14 fevereiro, 2011

PREMIAÇÃO DE SELO

Este é o selo do Magazine dos Dinossauros
Este é o primeiro selo que o Magazine dos Dinossauros cria, então de começo irei premiar apenas 4 blogs.

Felizardos:

Blog do Rárisson

Dino Mania

O Blog do Ikessauro

Dinossaros-binossauro

Qualquer dúvida é só enviar um e-mail para magazinedosdinossauros@gmail.com
Até logo!!

07 fevereiro, 2011

CENTROSAURUS

2 Centrosaurus lutando por uma fêmea

O crânio de Centrosaurus ocuparia um sofá de dois lugares. Os calombos na crista óssea podem ter sido apenas enfeites.

VIVENDO EM GRANDES BANDOS, ESTE DINO COSTUMAVA TER SEMPRE MUITA COMPANHIA.

Centenas de fósseis desse dinossauro dotado de chifre foram encontrados na região do Vale Red Deer em Alberta, Canadá. Foi possível determinar qual a aparência do Centrosaurus e também como ele vivia. Comprido como um elefante e com a altura de um homem adulto, um único chifre no focinho e atarracado de corpo, ele parecia um grande rinoceronte.

-SOB ATAQUE
Quando atacado por gigantescos tiranossaurídeos (carnívoros bípedes), o bando de Centrosaurus tinha um jeito inteligente de se safar. Os machos formavam um círculo em volta dos mais jovens e das fêmeas, e encaravam o inimigo com o chifre em riste. Era muito difícil para os atacantes romper a defesa representada por esse círculo.

-OSSOS ESMAGADOS
Os cientistas que encontraram os fósseis de Centrosaurus perceberam que alguns ossos estavam quebrados. Na verdade, eles pareciam esmagados. Talvez isso tenha ocorrido num estouro do bando dos pesados dinossauros enquanto estes cruzavam um rio caudaloso.


-LUTA INEVITÁVEL
O Centrosaurus não tinha estrutura para correr. Com o corpo pesado e pernas atarracadas, sua única saída era ficar enfrentar o inimigo. Nem sempre o Centrosaurus era protegido pelo bando. Quando saía sozinho em busca de comida, tornava-se um alvo tentador para carnívoros como o Albertosaurus. Mas os predadores tinham que ser ligeiros, pois, se o Centrosaurus percebesse sua presença, agachava-se, pronto para atacar como um rinoceronte, apontando o chifre pontiagudo na direção do inimigo. Este podia machucar-se, ou até mesmo morrer, se atingindo pelo Centrosaurus.

-CABEÇA PESADA
Como a cabeça e a crista óssea eram muito grandes comparadas com o resto do corpo, o Centrosaurus precisava de pescoço e ombros bem fortes. O menor dos movimentos da cabeça causava forte impacto sobre seus ossos. Para reforço, alguns dos ossos do pescoço eram soldados entre si.

-NA PONTA DOS PÉS
O Centrosaurus tinha pés amplos com dedos largos, a fim de distribuir melhor o peso do corpo. Quando caminhava, devia apoiar-se mais sobre os dedos do que na plantados pés. Suas pernas dianteiras, eram muito fortes e suportavam a maior parte do peso da cabeça e do corpo.

-DENTES DE VEGETARIANO
Mordiscando brotos, o Centrosaurus perambulava por entre as plantas rasteiras. Seus dentes tinham bordas afiadas que decepavam as folhas como uma guilhotina. E ainda eram substituíveis.

-UM GRANDE ESCUDO
Preso ao pescoço do Centrosaurus havia um colar ósseo com calombos ou protuberâncias onduladas nas bordas. Supõe-se que esse escudo funcionasse como um sinal de diferenciação. Pode ter sido bastante colorido para ajudá-lo a destacar-se do bando ou a atrair a fêmea.

--DADOS--
-NOME: Centrosaurus significa "réptil pontiagudo"
-TAMANHO: 6 m (comp.) e 1,80 m (alt.)
-ALIMENTAÇÃO: plantas rasteiras
-QUANDO VIVEU: há uns 80 milhões de anos, Cretáceo, em Alberta, Canadá
-ESPÉCIES: Centrosaurus apertus

05 fevereiro, 2011

ALLOSAURUS


Comparação entre Allosaurus e Humano

Allosaurus em seu habitat natural

Crânio de Allosaurus
GRANDE COMO A GIRAFA, MAS, AO CONTRÁRIO DESSE HERBÍVORO, ERA UM MATADOR IMPIEDOSO, QUE PODIA ATACAR EM BANDOS.

O Allosaurus foi um dos dinos mais ferozes que pisaram nas planícies da América do Norte, Sul, África, Oceania e Europa há cerca de 150 milhões de anos. Terópode, chegava a medir 12 m de comprimento - menor do que o campeão dos carnívoros, o Spinosaurus, mas igualmente perverso. O Allosaurus possuía dentes pontudos e afiados. Era equipado também com garras curvas e uma cauda poderosa, que chicoteava o animal com coragem suficiente para atacá-lo.

-DENTES CURVOS
Se um homem alto subisse no ombro de outro quando o Allosaurus existia, alcançaria altura suficiente apenas para examinar a boca desse dinossauro. Então, veria fileiras serrilhadas com cerca de 70 dentes, cada um tão afiado quanto um facão de açougueiro. Todos os dentes curvados para trás, perfeitos para morder a carne de sua presa e impedi-la de escapar. Ao estragar-se, ou cair durante uma luta, o dente era logo substituído por outro, que crescia depressa.

-RAPIDEZ
Os cientistas acreditam que o Allosaurus se movia a cerca de 8 km/h. Um atleta poderia apenas acompanhá-lo quando o Allosaurus disparava sobre suas perns traseiras, parecendo um pássaro gigantesco. Cada passada dele tinha a extensão de um automóvel.

-GARRAS
Os quatro dedos de ambos os pés terminavam em garras afiadas, semelhantes às dos pássaros. Três delas apontadas para a frente e uma virada para trás. Cada garra era forte e afiada o bastante para rasgar a barriga de qualquer outro dinossauro. O Allosaurus também possuía uma garra em cada um dos três dedos das mãos.

-NECRÓFAGOS À ESPREITA
Nem sempre era possível conseguir carne fresca, por isso os Allosaurus talvez comessem também as sobras de animais mortos por outros carnívoros. Os que comem carniça são chamados de necrófagos.

-EXTERMINADOR DE FILHOTES
Vários membros de um bando de Allosaurus costumavam reunir-se para caçar, atacando os indefesos Diplodocus com garras e dentes até deixá-los em pedaços. Os Allosaurus também não hesitariam em atacar e exterminar os filhotes desses grandes dinossauros.

-BEM EQUILIBRADO
O Allosaurus provavelmente aprumava a cauda para manter o equilíbrio enquanto andava ou corria. Além disso, a cauda (que continha cerca de 50 ossos) também era empregada para chicotear o rival antes do acasalamento, nas lutas empreendidas pelos machos para conquistar as fêmeas. Qualquer pequeno dino carnívoro que tentasse pegar um filhote de Allosaurus seria atingido por uma boa chicotada de sua cauda.

-UM BOM CAÇADOR
O Allosaurus era tão grande que necessitava de muita carne para saciar a fome. Ele caçava os dinos herbívoros que viviam nas redondezas.

-MARCAS DE DENTES
Marcas de dente de Allosaurus foram encontradas nos ossos da cauda de Apatosaurus, um herbívoro da América do Norte. Alguns dinossauros herbívoros, como o Diplodocus, eram grandes demais para que um Allosaurus pudesse atacá-los sozinho. Então, os Allosaurus se reuniam em bandos para caçá-los.

--DADOS--
-NOME: Allosaurus ("lagarto diferente")
-TAMANHO: de 9 á 14 m de comprimento e 5,6 m de altura
-ALIMENTAÇÃO: carne, especialmente a de outros dinossauros
-QUANDO VIVEU: há uns 150 milhões de anos, na América do Sul, Norte, África, Oceania e Europa
-ESPÉCIES: Allosaurus fragilis, A. atrox, A. europaeus, A. dwarf, A. maximus, A. trihedrodon
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...